Bacharelados Interdisciplinares da Universidade Federal da Bahia: considerações sobre a implantação do projeto

Autores/as

  • Monica Lima Universidade Federal da Bahia
  • Denise Coutinho Universidade Federal da Bahia
  • Julia Freitas Universidade Federal da Bahia
  • Ive Dahia Universidade Federal da Bahia
  • Olga Amazonas Universidade Federal da Bahia
  • Helenira Alencar Universidade Federal da Bahia

Resumen

Discutimos âmbito conceitual, perspectiva operacional e eixo político-institucional da implantação dos Bacharelados Interdisciplinares (BI) na Universidade Federal da Bahia, entre 2009 e 2012, em relação à formação universitária vigente que até então conhecia apenas o modelo de curso profissionalizante disciplinar. Analisamos narrativas de agentes-chave do processo, sendo três docentes efetivos da UFBA, com função também administrativa, e uma estudante do BI, engajada no movimento estudantil. Concluímos que a perspectiva do BI tornar-se o primeiro ciclo da formação universitária na UFBA está por definir-se, sendo acompanhada por movimentos de apoio e resistência, que sugerem grandes desafios institucionais. Contudo, a experiência produziu vigorosa revisão de normas e regras há muito tempo naturalizadas e tem possibilitado reflexões sobre a concepção tradicional da formação universitária no Brasil.

Palabras clave

Bacharelados Interdisciplinares, Interdisciplinaridade, Universidade, Ensino Superior

Biografía del autor/a

Monica Lima, Universidade Federal da Bahia

Professora Adjunto IV do Instituto de Psicologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Possui graduação em Psicologia pela UFBA (1997), Mestrado (2000) e Doutorado em Saúde Pública/Coletiva (2005) pelo Instituto de Saúde Coletiva (UFBA). Pesquisadora do Núcleo Interdisciplinar de Saúde Mental do ISC/UFBA, do Grupo de Pesquisa Laboratório de Estudos Vinculares em Saúde Mental do IPS/UFBA e do Grupo de Pesquisa Políticas Públicas e Programas de Reestruturação da Universidade Brasileira. Colaboradora da Diretoria da Associação Brasileira de Ensino em Psicologia (ABEP). Membro da Comissão Especial de Articulação Serviço Ensino (UFBA). Representante do IPS no Conselho Acadêmico de Ensino (CAE). Membro da Câmara Técnica de Saúde Mental na Comissão Nacional de Residências Multiprofissional e em área profissional. Tutora do PET-Saúde Multiprofissional. Professora Permanente da Pós-Graduação em Psicologia (IPS/UFBA). Dedica-se aos campos da Psicologia da Saúde e Social, e aos estudos sobre Saúde Mental e Formação e Atuação de Profissionais de Saúde, particularmente, os de psicologia. Atualmente, coordena o Projeto Trajetórias Acadêmicas e Construção e Significados e Sentidos na Transição dos Bacharelados Interdisciplinares a Formação em Psicologia na UFBA. Bolsista CAPES Pós-Doutorado (BEX 2465/14-0).

Denise Coutinho, Universidade Federal da Bahia

Cedida pela UFBA, atua na Universidade Federal do Sul da Bahia. Realizou estágio de Pós-Doutorado (Bolsa FAPESB) sobre o processo de implantação da Universidade Federal do Sul da Bahia (2013-2014). Professora Adjunto IV do Instituto de Psicologia da UFBA. Doutora em Letras pela UFBA, tendo realizado Doutorado-Sanduíche em Princeton University. Graduada em Psicologia pela UFBA. Docente Permanente do Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas e colaboradora no Programa de Pós-Graduação em Psicologia da UFBA. Membro da Associação Brasileira de Artes Cênicas (ABRACE). Coordenou entre 2010-2013, a Área de Concentração em Estudos da Subjetividade e do Comportamento Humano dos Bacharelados Interdisciplinares do IHAC-UFBA. Líder do Subcomitê de Artes 2008-2012 e do Subcomitê de Ciências Humanas 2012-2013 no PIBIC-UFBA. Membro do Colegiado de Graduação do Bacharelado Interdisciplinar em Humanidades - UFBA entre 2011 e 2013. Coordenadora acadêmica do Mestrado Interinstitucional em Artes Cênicas UFBA-UNIMONTES (Minas Gerais) 2009-2011. Vice-coordenadora do Colegiado de Graduação em Psicologia no biênio 2010-12. Avaliadora institucional e de cursos de graduação do MEC. Coordenadora de Graduação das Faculdades Jorge Amado entre 2004 e 2005. Tradutora de francês e espanhol. Liderou o Grupo de Pesquisa Interdisciplinar CONES - Modelagem da Complexidade em Artes, Humanidades e Saúde (UFBA) entre 2006 e 2013. Este Grupo passou, em 2014, a constituir uma linha de pesquisa do Grupo Estudos sobre a Universidade, cadastrado desde 2010 no CNPq. Atualmente, divide a liderança deste Grupo com o Prof. Naomar Monteiro de Almeida Filho. Interesses de vida e de pesquisa: epistemologias não-cartesianas; metodologia da pesquisa em artes e humanidades; interface Artes-Ciências na universidade; estudos sobre a universidade; psicanálise; contingência e lógica modal de Aristóteles, natação, pilates, esportes em geral, música, literatura e cinema (em qualquer ordem). Orienta estudantes de IC, Mestrado e Doutorado em Psicologia e Artes Cênicas. Tem sorte na vida e dedica-se alegremente à família, aos estudantes, aos amigos e à universidade pública brasileira. 

Bolsista Pós-Doutorado FAPESB (Processo1663/2013).

 

Julia Freitas, Universidade Federal da Bahia

Graduanda do Curso de Psicologia. Bosista de Iniciação cientifica do Pró-UFBA.

Ive Dahia, Universidade Federal da Bahia

Graduada em Psicologia.  Bolsista Pró-UFBA.

Olga Amazonas, Universidade Federal da Bahia

Graduada em Psicologia, Bolsista Pró-UFBA.

Helenira Alencar, Universidade Federal da Bahia

Doutoranda em Psicologia pela UFBA. Possui graduação e mestrado em Psicologia pela UFC, tem experiência acadêmica nas áreas de Processos Clínicos, Psicologia Social, Psicologia Comunitária e Psicologia Ambiental. Possui formação em Psicologia e Psicoterapia Fenomenológico Existencial. Atualmente estuda a presença da interdisciplinaridade e da transdisciplinaridade na psicologia brasileira.

Publicado

03-11-2015

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.