Pesquisa como prática social: o pesquisador e os “outros” na produção do conhecimento

Autores/as

  • Emerson Rasera Instituto de Psicologia da Universidade Federal de Uberlândia/ Brasil
  • Carla Guanaes-Lorenzi Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (USP)/ Brasil.
  • Clarissa Corradi-Webster Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (USP)/ Brasil.

Resumen

Neste ensaio buscamos contribuir com a reflexão sobre as formas pelas quais as práticas de pesquisa em Psicologia relacionam-se com o conhecimento do “outro”. Exploraremos as dinâmicas presentes no processo de produção de conhecimento decorrentes da adoção de uma epistemologia construcionista. Por meio da análise realizada, damos visibilidade para os desafios presentes ao longo do processo de pesquisa na relação que o pesquisador constrói com os diferentes “outros”, quais sejam: o outro imediato representado pelo participante da pesquisa; os outros institucionalizados, representados pelos pareceristas de agências de fomento, avaliadores, e outros pesquisadores; e a sociedade, como contexto de desenvolvimento e como fonte de necessidades de pesquisa. Concluímos que o enfrentamento de tais desafios não se dá no campo exclusivamente teórico ou metodológico, mas se realiza, sobretudo, no conjunto de práticas sociais em que o pesquisador está inserido e nas várias tramas éticas e políticas que são produzidas.

Palabras clave

Pesquisa, Conhecimento, Outro, Construcionismo social

Biografía del autor/a

Emerson Rasera, Instituto de Psicologia da Universidade Federal de Uberlândia/ Brasil

Emerson F Rasera é psicólogo e docente do Instituto de Psicologia da Universidade Federal de Uberlândia/Brasil. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Processos Grupais e de Comunicação. Atua principalmente nos seguintes temas: processo grupal, construcionismo social, produção de sentidos em saúde, saúde coletiva, sexualidade. 

Carla Guanaes-Lorenzi, Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (USP)/ Brasil.

Carla Guanaes-Lorenzi é psicóloga e docente da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (USP)/ Brasil. Tem experiência na área de Psicologia, atuando principalmente na área de Tratamento e Prevenção Psicológica, e nos seguintes temas: construcionismo social, psicologia social da saúde, práticas grupais, saúde mental, terapia de grupo e terapia familiar. 

Clarissa Corradi-Webster, Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (USP)/ Brasil.

Clarissa Corradi-Webster é psicóloga e docente da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (USP)/ Brasil.  Suas pesquisas concentram-se nas temáticas de saúde mental e psicopatologia, com ênfase na área de álcool e outras drogas. Também foca suas pesquisas na investigação sobre o tratamento voltado a usuários de drogas e em políticas de saúde mental.

Publicado

05-07-2016

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.