O conceito de líquido em Zygmunt Bauman: Contemporaneidade e produção de subjetividade

Autores/as

  • Rafael Bianchi Silva Universidade Estadual de Maringá/Programa de Pós-Graduação em Psicologia (PPI/UEM)
  • Jéssica Paula Silva Mendes Universidade Estadual de Maringá (UEM)
  • Rosieli dos Santos Lopes Alves Universidade Estadual de Maringá (UEM)

Resumen

O objetivo desse artigo é realizar uma discussão acerca do conceito de líquido, a partir do obra de Zygmunt Bauman sendo o debate realizado a partir de três eixos de análise: a ordem, a incerteza e a insatisfação. Vê-se uma nova configuração de homem neste cenário liquefeito, marcado pela modificação e ampliação da noção de tempo e espaço, elegendo o consumo como parâmetro societário em vista da perda de referência das instituições sociais enquanto esfera organizadora e norteadora da vida, o que desafia o indivíduo a sobreviver em meio a toda instabilidade que isto representa. Assim, o termo empregado visa demonstrar a existência de uma nova relação do homem com o mundo, marcada pela instabilidade identitária, a fragilização vincular e o estabelecimento de relações mediadas pela sensação de medo. Conclui-se que o conceito investigado não se configura como uma quebra total das premissas da modernidade, mas sim, sua radicalização.

Palabras clave

Sociedade Líquido-Moderna, Zygmunt Bauman, Subjetividade

Biografía del autor/a

Rafael Bianchi Silva, Universidade Estadual de Maringá/Programa de Pós-Graduação em Psicologia (PPI/UEM)

Doutor em Educação pela Unesp/Marília (2012) e Mestre em Educação pela Uel (2008). Graduado em Psicologia pela Universidade Estadual de Londrina (2004) e Pedagogia pela Faculdade Pitágoras (2012). Docente do Departamento de Psicologia e do Programa de Pós-Graduação em Psicologia (PPI/UEM) da Universidade Estadual de Maringá.

Jéssica Paula Silva Mendes, Universidade Estadual de Maringá (UEM)

Mestranda em Psicologia pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Graduação em Psicologia pela Universidade Paranaense(2011). Psicóloga Clínica.

Rosieli dos Santos Lopes Alves, Universidade Estadual de Maringá (UEM)

Graduação em Psicologia pela Faculdade Pitágoras de Londrina (2013). Atualmente é Psicóloga Clínica e Mestranda em Psicologia pela Universidade Estadual de Maringá.

Publicado

07-07-2015

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.