A Invenção do Popular: uma análise discursiva do jornal Meia Hora

Renata Patricia Forain de Valentim

Resumen

Neste trabalho busco compreende o ponto de articulação onde os discursos se inscrevem nas individualidades e em suas práticas cotidianas. Mais especificamente pretendo analisar como os discursos reforçam (ou rejeitam) em sua circulação, determinados aspectos relevantes às ordenações sociais. Para tanto, foi analisada uma publicação impressa, autodenominada popular, de ampla circulação no estado do Rio de Janeiro, o jornal “Meia Hora”. A coleta e análise dos dados foram orientadas por ferramentas conceituais vindas de diferentes autores que trabalham com análise do discurso, procurando circunscrever como são formatados e difundidos os conteúdos cobertos pela publicação, identificando tanto os dispositivos linguísticos que são utilizados, quanto as formas semânticas, de sentido, que procuram inserir o consumidor destas produções em uma determinada idealização do que seja “popular”.

Palabras clave

Psicologia Social; Análise do Discurso; Popular; Mídia Impressa

Texto completo:

PDF (Português)

Métricas de artículo

Cargando métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM
Copyright (c) 2016 Renata Patricia Forain de Valentim