Reflexões sobre usos da noção de compromisso social da ciência: o caso da Psicologia brasileira

Mariana Prioli Cordeiro

Resumen

No Brasil, os discursos sobre o compromisso social da ciência ganharam grande destaque nas últimas décadas. Diante da polissemia deste termo, neste trabalho, busquei discutir e problematizar alguns de seus usos correntes, tomando como exemplo o caso de publicações de Psicologia. Para isso, realizei uma revisão bibliográfica em bases de dados físicas e virtuais e organizei as informações apresentadas pelos mais de sessenta trabalhos selecionados em dois tipos de quadro: o primeiro apresenta os modos como a noção de compromisso social é abordada em cada um dos textos e o segundo apresenta uma síntese dos quadros anteriores. A leitura desses materiais sugere que há uma grande diversidade de objetivos, justificativas, métodos e teorias que embasam práticas comprometidas. Desse modo, faz-se mister não apenas se dizer comprometida(o), mas explicitar o que se quer dizer com essa expressão, bem como os preceitos epistemológicos, ontológicos e políticos que a fundamentam.

Palabras clave

Psicologia Social; Responsabilidade Social; Identidade Profissional; Ética

Texto completo:

PDF (Português)

Métricas de artículo

Cargando métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM
Copyright (c) 2018 MARIANA PRIOLI CORDEIRO