Políticas de Atenção à Saúde da Mulher: Desafios e Realidades

Autores/as

  • Denise de Azambuja Zocche Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Dora Lucía Leidens Corrêa de Oliveira Universidade Federal do rio Grande do Sul
  • Mariana P. Ruwer de Azambuja Prefeitura Municipal de Porto Alegre

Resumen

Relato de uma Oficina sobre Políticas de Saúde da Mulher realizada no III Seminário Rotas Criticas: situações limite decorrentes de violências de gênero. Os participantes foram mulheres, dez no total, três estudantes da área da saúde, quatro profissionais da saúde (técnica de enfermagem, psicóloga, enfermeira e assistente social), uma pedagoga e uma advogada. A metodologia utilizada foi a de debate a partir da exposição oral sobre Políticas Publicas de Saúde para mulheres e da audição da música: Mariana foi ao Mar. Ao final do debate concluiu-se que, para compreender e dar conta das necessidades de saúde das mulheres que sofrem violência é preciso revisar, não só, as Políticas de Saúde para as mulheres, mas, também, o ensino da saúde e os processos de trabalho no âmbito da segurança pública.

Palabras clave

Políticas de saúde, Violência, Saúde da Mulher

Biografía del autor/a

Denise de Azambuja Zocche, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Version:1.0 StartHTML:0000000215 EndHTML:0000005491 StartFragment:0000005322 EndFragment:0000005455 SourceURL:file:///Macintosh%20HD/Users/lupicinio/Desktop/SUBIR/STELA/Texto%205%20politicas%20pu%239CB811.doc Doutoranda em Enfermagem - PPGEnfermagem/UFRGS

Dora Lucía Leidens Corrêa de Oliveira, Universidade Federal do rio Grande do Sul

Professora e Pesquisadora PPGEnfermagem/UFRGS.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL

ESCOLA DE ENFERMAGEM

Mariana P. Ruwer de Azambuja, Prefeitura Municipal de Porto Alegre

Doutora em Psicologia

Fundação de Assistência Social e Cidadania (FASC)

Prefeitura Municipal de Porto Alegre (PMPA

Publicado

06-11-2012

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.