Estudos de gênero na Psicologia Brasileira – perspectivas e atuações da terceira geração

Autores/as

  • Adriano Beiras Filiación Universidad Autónoma de Barcelona / Universidad Federal de Santa Catarina
  • Adriano Henrique Nuernberg Universidade Federal de Santa Catarina
  • Karla Galvão Adrião Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)

Resumen

Buscamos neste texto mapear e refletir sobre a terceira geração de pesquisadores na área de gênero na psicologia brasileira, articulando estes à inserção dos estudos de masculinidades e estudo queers em seus núcleos de pesquisa. Esta geração, da qual os autores deste artigo participam é constituída por pesquisadores alocados em um campo já organizado, o qual já vem utilizando a categoria gênero, há alguns anos reconhecida nas ciências sociais e humanas. Faz-se importante observar que um dos principais papéis desta geração tem sido divulgar e aprofundar as conquistas tanto teóricas quanto metodológicas geradas pelas primeiras gerações. De um modo geral podemos apontar que a terceira geração reflete a atual valorização da pluralidade, da valorização de novos sujeitos do campo feminista no Brasil trazendo temáticas para investigação que são foco da busca da legitimidade nas novas configurações dos movimentos feministas brasileiros.

 

Palabras clave

Gênero, Psicologia, Geração, Masculinidades, Sujeitos feministas

Biografía del autor/a

Adriano Beiras, Filiación Universidad Autónoma de Barcelona / Universidad Federal de Santa Catarina

Psicólogo, Mestre em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Doutor Europeu em Psicologia Social pela Universidade Autônoma de Barcelona, Espanha (Becas MAEC-AECID) Pesquisador do grupo Margens - Modos de Vida, Família e Relações de Gênero do Departamento de Psicologia da UFSC e do Grupo de Pesquisas VIPAT (Violencia en la Pareja y en el Trabajo) da Universidade Autónoma de Barcelona, coordenado pela Prof. Dr.ª Leonor M. Cantera. Editor da revista Nova Perspectiva Sistêmica (www.revistanps.com.br). Tem publicações relacionadas aos temas: masculinidades, paternidades, direitos sexuais e reprodutivos, gênero, violência contra mulheres, entre otros temas em Psicologia Social, Comunitaria e Jurídica.

Adriano Henrique Nuernberg, Universidade Federal de Santa Catarina

Psicólogo, Mestre em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Doutor em Ciências Humanas pela UFSC. Professor Adjunto III do Departamento de Psicologia da Universidade Federal de Santa Catarina. Atua em projetos de pesquisa e extensão na área de Psicologia Escolar e Educacional e Estudos sobre Deficiência. Ministra disciplinas, orienta pesquisas e supervisiona estágios nestas áreas na graduação e pós-graduação.

Email: adrianoh@cfh.ufsc.br

Karla Galvão Adrião, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)

Psicóloga, Mestre em Lingüística pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Doutora em Ciências Humanas pela UFSC. Professora Adjunto II do Departamento de Psicologia da Universidade Federal de Pernambuco. Atua em projetos de pesquisa e extensão na interface entre as áreas clínica e social, com ênfase nos temas de direitos sexuais e direitos reprodutivos, juventudes,estudos feministas e de gênero, e linguagem. Ministra disciplinas, orienta pesquisas e supervisiona estágios nestas áreas na graduação e pós-graduação.

Publicado

05-11-2012

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.