Homofobia e homofobia interiorizada: produções subjetivas de controle heteronormativo?

Autores/as

  • Márcio Alessandro Neman do Nascimento Universidade Estadual de Londrina

Resumen

O artigo problematizará, teoricamente, algumas questões emblemáticas que circunscrevem as homossexualidades na história, partindo de um posicionamento teórico-metodológico marcado pelos estudos culturais e de gênero realizados por autores pós-estruturalistas. Na atualidade, há muitos avanços e conquistas, no âmbito sócio-político, relacionadas à diversidade sexual. Entretanto, essa mesma visibilidade tem produzido disparadores para práticas sociais violentas demonstradas em crimes e discursos de ódio, intolerância e interdições veladas contra homossexuais. Assim, pretende-se apresentar a construção social da homofobia e, subseqüentemente, da homofobia interiorizada, uma vez que seus pilares formadores se sustentam por processos de subjetivação heteronormativa pulverizados em contextos sociais cotidianos.

Palabras clave

homossexualidade, homofobia, gênero, psicologia

Biografía del autor/a

Márcio Alessandro Neman do Nascimento, Universidade Estadual de Londrina

Mestre em Psicologia e Sociedade: Subjetividade e Saúde Coletiva pela Universidade Estadual Paulista (UNESP) - Campus Assis-SP (2007). Especialista em Psicoterapia de Adultos: individual e conjugal pela Universidade Estadual de Londrina - UEL (2003). Possui graduação em Psicologia pela UEL (2002). Psicólogo e professor colaborador da UEL. Pesquisador do GEPS (Grupo de Estudo e Pesquisa sobre Sexualidades). Militante na área de Direitos Humanos e Diversidade Sexual.

Publicado

05-03-2010

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.