Discursos e consumos das sexualidades – tramando novas possibilidades para atuação nas psicologias

Danielle Jardim Barreto, Bethania Cabrera de Souza, Danilo Gomes da Silva, Izabella de Castro Guelfi, Susy de Oliveira Pereira

Resumen

Atualmente experimentamos aquilo que muitos autores nomeiam de período de transição das sociedades disciplinares para as de controle, neste cenário complexo, os processos de subjetivação são atravessados por linhas molares e moleculares, micro e macro políticas dentre diversos outros fenômenos compostos por dispositivos de poder e situações de controle que produzem verdades e discursos normativos acerca das sexualidades e gêneros. Diante da desvalorização e inviabilização de subjetividades vistas como dissidentes, da naturalização do biopoder e da crise identitária, as ciências ditas psicológicas enfrentam o desafio de não se transformarem em mais um dos dispositivos normatizadores e padronizadores que produzem corpos reprodutores e favorecem a manutenção do sistema de produção de subjetividades capitalísticas.

Palabras clave

Sexualidades; Subjetividades Capitalísticas; Estudos Queer

Texto completo:

PDF (Português)

Métricas de artículo

Cargando métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM
Copyright (c) 2016 Danielle Jardim Barreto, Bethania Cabrera de Souza Bethania, Danilo Gomes da Silva Danilo, Izabella de Castro Guelfi Izabella, Susy de Oliveira Pereira Susy